Pastoral Vocacional

voltar

 

Animação Vocacional

A vocação dom de Deus

O chamado ao seguimento de Cristo na vida religiosa e um dom gratuito que Deus da a quem lhe agrada. Essa iniciativa amorosa do Senhor exige uma resposta pessoal, livre, generosa e consciente das profundas e intimas renuncias que supõe a possessão deste     ‘‘ tesouro escondido’’.

Consciente do dom da vocação que recebemos, vivemos com alegria e desejamos que outras o compartilhem também conosco. Como membros da Igreja, que se alegra de seus filhos sigam mais de perto ao Divino Mestre e de que os Institutos cresçam e floresçam segundo seu peculiar Carisma, sentimo-nos comprometidas na tarefa de despertar e consolidar vocações para a vida consagrada.

 

Casa Regional
Rua Ariston Bertino de carvalho, nº 10 – Brotas -Salvador Bahia
Cep 40.285.360
Tel.: (71) 3358 – 5262

Promotora Vocacional
Rua Olegário Aguiar, nº 515 –Cascavel-BA
Cep: 46.760.000
Tel.: (77) 3413 – 5525

 

Formação

FormaçãoA formação supõe um crescimento harmonioso, gradual e unitário da pessoa capacitando-a para a doação de si mesmo a Deus e aos demais por meio dos votos, e para entrega a missão do Instituto em um mundo que evolui constantemente.

A finalidade da formação é ajudar-nos a crescer na dimensão humana, cristã e religiosa, tendo como meta chegar ao estado do ser humano configurado com Cristo e a plenitude da caridade mediante a imitação de Cristo, cultivando o Espírito genuíno da Congregação.

 

 

 

Etapas de Formação

Aspirantado
Proporciona a jovem aspirante a trabalhar especialmente a base humana e cristã para o desenvolvimento fundamental da vocação possibilitando um maior conhecimento da Congregação, Carisma e Missão.

Postulantado
Facilita a jovem à preparação para iniciar a vida do noviciado, prosseguindo sua formação humana e religiosa, proporcionando-lhe maior conhecimento da vida religiosa e da Congregação.

Noviciado
E o período fundamental de formação por ser o começo da vida religiosa no instituto.

Juniorado
É o tempo de formação compreendido entre a primeira profissão e os votos perpétuos. Durante o juniorado, as irmãs continuam a formação religiosa e apostólica, doutrinal e pratica iniciada no noviciado.

Formação permanente
A irmã se consagra a Deus para sempre pela Profissão Perpetua e se compromete a viver em castidade, pobreza e obediência segundo a vida da Congregação e sua missão na Igreja.